Nadja Palitot se licencia do PT para apoiar Cássio

A ex-deputada Nadja Palitot (PT) anunciou na manhã desta terça-feira (19) a adesão à candidatura o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo do Estado e disse que estava agindo assim por não aceitar a interferência do governador da Paraíba no seu partido, o PT.

O anúncio foi feito na sede da API durante uma entrevista coletiva com a presença do senador Cássio e de lideranças políticas.

Nadja conclamou o senador Cássio a comandar a resistência ao governador do PSB, por ele não admitir dialogar com os setores organizados da sociedade e ter brigado com todos os poderes constituídos.

“Vivemos um momento muito difícil para a manutenção da democracia em nosso Estado, porque o governo não tem capacidade para o diálogo com o contraditório. Por isso não aceito, mais uma vez, seguir sua orientação. Tomei um choque quando soube do acordo dele com o PT”, afirmou a advogada Nadja Palitot.

“Não posso votar e apoiar um governo que fecha escolas, que não admite discutir sobre segurança pública. O governo é autoritário e não há mais espaços para isso no nosso Estado”, disse a ex-deputada Nadja Palitot, em sua fala na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API).