20º Salão de Artesanato irá movimentar mais de R$ 1 mi em Campina Grande



Mais de R$ 1 milhão serão movimentados durante a 20ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba, aberto neste sábado (14), no bairro do Catolé, em Campina Grande. A solenidade reuniu autoridades políticas, parceiros, cerca de 400 artesãos e visitantes. Milhares de peças em barro, a tipologia destacada desta edição, além de madeira, pedras, entre outras, estão expostas e podem ser adquiridas até o dia 6 de julho. 






Com o tema "Da terra, a nossa arte", o Salão é realizado pelo Governo do Estado e Sebrae Paraíba. O conselheiro do Sebrae, Alexandre Moura, destacou a nova localização como fator determinante de visitações. Ele disse que o evento está num ponto privilegiado, com uma área de 3.800 metros, o que facilitará as vendas. “Não poderia ser diferente, pois o Salão é um sucesso que ultrapassa as fronteiras do Estado. Espero que todos possam fazer bons negócios até julho”, ressaltou.






Já a coordenadora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) e primeira dama do Estado, Pâmela Bório, começou sua fala elogiando os artesãos que trabalham com a argila. Ela completou informando que existem outras tipologias que fazem do Salão um espaço de valorização. Pâmela mostrou os números do PAP, que só têm crescido a cada ano. “É uma prova de que o evento é essencial para a cadeia produtiva do artesanato paraibano”, ressaltou.






O governador Ricardo Coutinho evidenciou os apoios já fornecidos e que chegarão ao artesanato paraibano até a oitava edição do evento promovida pela atual gestão. Ele disse que, somente para o programa Empreender Artesão foi destinado R$ 1 milhão. “Temos mais recursos a emprestar, basta apenas o artesão entregar um projeto para ocupar espaço nesta parceria que vem dando certo”, falou.






Ricardo Coutinho apontou ainda o investimento empregado em Casas de Artesanato, que são cinco atualmente, no Sertão, Cariri e Curimataú. “Aplicamos cerca de R$ 300 mil para estes espaços, onde os artesãos podem expor seus produtos e dinamizar os negócios, devido ao acesso e localização privilegiados”, disse. 






Os destaques do Salão este ano estão logo na entrada, onde há as peças grandes, as mulheres do Cariri, como totens nordestinos talhados com delicadeza. Já as louças bordadas do Sertão fazem sucesso pela inovação e as panelas de barro de Santa Luzia, vendidas para todo o Estado, também marcam presença no local.






Funcionamento - Esta edição do Salão começa na segunda semana do maior evento festivo da Paraíba, o São João de Campina Grande. Por isso, o horário de atendimento ao público foi estendido em mais quatro horas. Até o dia 29 deste mês, os visitantes podem chegar ao evento a partir das 11h. 






Orientação - Artesãos paraibanos receberão apoio e orientação durante as atividades da 20º edição do Salão de Artesanato. As capacitações serão oferecidas pelo Sebrae Paraíba para os artesãos que possuem perfil empreendedor. “Ao longo do evento iremos prestar orientações sobre como abrir uma empresa, como se formalizar como microempreendedor individual e como expandir o negócio”, disse o gerente do Sebrae em Campina Grande, Antônio Felinto. 






Serviço:


Evento: 20º Salão de Artesanato da Paraíba


Quando: de 14 de junho a 6 de julho


Horário: das 11h às 22h (de 15 a 29 de junho); 


             das 15h às 22h (de 30 de junho a 6 de julho);


Entrada: gratuita


Local: Avenida Severino Bezerra Cabral (“Avenida Brasília”), 95, Catolé – Campina Grande