371 processos estão previstos para serem julgados pelas Câmaras Especializadas nesta terça

As Câmaras Especializadas do Tribunal de Justiça da Paraíba julgarão 371 processos nesta terça-feira (11). As sessões das Primeira, Segunda e Terceira Câmaras Cíveis estão previstas para começar às 8h30 e, as da Quarta Câmara Cível e da Criminal a partir das 9 horas.

A Primeira Câmara Especializada Cível julgará 65 processos, dentre os quais, 55 físicos e 10 eletrônicos. Fazem parte do Órgão Fracionário a desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti (presidente) e os desembargadores José Ricardo Porto e Leandro dos Santos. O juiz Tércio Chaves de Moura foi convocado para substituir o desembargador Leandro dos Santos, e o magistrado Aluízio Bezerra Filho foi convocado, com jurisdição limitada, para substituir o desembargador José Ricardo Porto.

Estão previstos para serem julgados na Segunda Câmara 93 processos. São exatos 74 físicos e 19 eletrônicos. A Câmara é composta pelos desembargadores Oswaldo Trigueiro do Vale Filho (presidente), Abraham Lincoln da Cunha Ramos e Maria das Neves do Egito. Esta última sendo substituída, com jurisdição plena, pelo juiz Ricardo Vital de Almeida. O magistrado Carlos Eduardo Leite Lisboa também foi convocado para substituir o desembargador Oswaldo Trigueiro.

A Terceira Câmara apreciará 96 processos (61 físicos e 35 eletrônicos). O Órgão é composto pela desembargadora Maria das Graças Morais Guedes (presidente) e pelos desembargadores Saulo Henriques de Sá e Benevides e Marcos Cavalcanti de Albuquerque. O juiz convocado João Batista Barbosa substitui o desembargador Saulo Henriques.

Já a Quarta Câmara julgará 84 feitos (49 físicos e 35 eletrônicos). São membros da Câmara os desembargadores Fred Coutinho (presidente), Romero Marcelo da Fonseca Oliveira e João Alves da Silva. O magistrado Gustavo Leite Urquiza foi convocado para substituir o desembargador Fred Coutinho.

A Câmara Criminal julgará 33 processos. Presidida pelo desembargador Arnóbio Alves Teodósio, o Órgão Fracionário é composto pelos desembargadores Luiz Silvio Ramalho Junior, João Benedito da Silva, Carlos Martins Beltrão e Márcio Murilo da Cunha Ramos. Os juízes Carlos Antônio Sarmento e Marcos William de Oliveira foram convocados para substituir, com jurisdição limitada, os desembargadores Márcio Murilo da Cunha e Arnóbio Alves, respectivamente.