Jackson Macedo diz que é novo presidente do PT-PB e prega unidade

Neste sábado (6), Jackson Macêdo saiu do congresso estadual dizendo que foi eleito presidente estadual do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, com votos dos 124 delegados presentes no auditório do Hotel Ouro Branco. Ele prometeu buscar a unidade partidária e trabalhar para que o partido tenha um candidato a senador.

Indiferente ao congresso paralelo, que elegeu o deputado estadual Anísio Maia, Jackson disse que pretende construir um palanque pro“A escolha do meu nome é algo que evidentemente me deixa muito feliz, e como tenho dito, o PT é o único partido político brasileiro que escuta a sua militância na eleição de suas direções, e foi o que aconteceu hoje neste espaço”.

Questionado sobre como deverá ser o seu mandato como presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo, disse: “Iremos trabalhar na construção da unidade partidária, preparar o partido para as eleições de 2018, reeleger os nossos deputados, eleger o primeiro senador do PT da Paraíba. Queremos também atuar na criação de um palanque progressista para as eleições para governador no Estado, além de visitarmos os municípios para fortalecermos os nossos diretórios, as comissões provisórias e prepara nossa base para os próximos enfrentamentos”.

Para o atual presidente estadual do PT da Paraíba, Professor Charliton, foi muito importante a eleição de Jackson Macêdo, que segundo ele, “é um companheiro que tem um compromisso histórico com o partido, filiado desde a sua juventude, e empregou a sua vida a mobilização e construção partidária. O PT hoje deu uma demonstração de renovação, não só na figura do companheiro Jackson, mas também de todos os dirigentes, que possuem um compromisso muito grande e o desafio que será instigar na militância o sentimento de luta e participação e de mobilização, pois temos a tarefa de eleger o presidente da república em 2018”.

Além da aprovação do nome de Jackson Macêdo, os delegados escolheres os membros do novo Diretório Estadual e delegados da Paraíba que irão para o Congresso Nacional em junho.

O evento também contou com outros momentos, entre eles, aprovação de uma tese guia que trata sobre as diretrizes do partido, debate sobre as eleições de 2018, sobre a organização partidária, aprovação de resoluções e moções.