Aliados, deputados federais da PB propõem renúncia de Temer

Deputados federais da Paraíba não têm dúvida que o governo Temer está extremamente fragilizado no Congresso Nacional. Se já eram poucas as chances de aprovação das reformas propostas pelo presidente Micherl Temer, com o vazamento das delações dos donos da JBS a credibilidade do governo foi abaixo. Mesmo entre aliados mais ferrenhos, Temer perdeu apoios importantes.

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) defendeu a renúncia de Temer e disse que o senador Aécio Neves não tinha mais condições de continuar na direção do seu partido. LOgo depois, foi confirmada a articulação do nome do deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) como presidente interino do partido. Pedro ainda defendeu o nome da ministra Carmem Lúcia, presidente do STF, para assumir a Presidência da República.

Benjamin Maranhão disse que recebeu com perplexidade as notícias sobre o envolvimento do presidente Temer com a Lava Jato. Ele também defendeu a saída do presidente e acha que as eleições diretas é a melhor saída.

Wilson Filho (PTB) relatou que estava coordenando a reunião da bancada federal da Paraíba com os prefeitos, quando eles foram infomados do noticiário. A princípio os prefeitos ficaram atônitos, porque enxergaram possibilidade da liberaçâo de verbas travar. Depois, os gestores foram ficando mais calmos. Para Wilson, Temer não tem condições de aprovar mais nada no Congresso e deveria ser afastado do cargo de presidente.