Apam, OAB e Famup realizam evento































































































A Associação Paraibana da Advocacia Municipalista (Apam) em parceria Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Paraíba (OAB-PB) e com a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) realizam, nesta quinta-feira (24), no auditório da OAB, a partir das 8h, um evento com palestras, mesas redondas e homenagens para marcar o Dia do Advogado Municipalista. Durante o seminário serão debatidos temas como tentativa de criminalização da advocacia, a importância da comunicação no meio jurídico e contratação de advogados por inexigibilidade de licitação.

Para participar do evento ‘Apam: um ano em defesa da advocacia municipalista’ basta doar um quilo de alimento não perecível que será destinado a entidades filantrópicas. O encerramento será às 12:30 e haverá certificado para os alunos de Direito que comparecerem, com carga horária de 8 horas.

A primeira palestra será “As garantias do exercício advocatício no estado democrático de direito”, terá como palestrante o professor doutor e advogado Ricardo Servulo. Os debatedores serão a advogada Laryssa Almeida, atual tesoureira da OAB e filiada a Apam e o diretor da Associação Brasileira da Advocacia (ABA) e advogado municipalista Severino Medeiros

Será realizada ainda a mesa redonda: “Possibilidade de inexigibilidade de licitação para contratação de serviços jurídicos: aspectos polêmicos” com a participação do advogado doutorando em Ciências Jurídicas e especialista em Controle Interno Marco Villar e professora do Unipê, advogada especialista em Direito Constitucional Priscilla Maciel de Menezes Silva, o advogado municipalista Antônio Ferreira e o advogado, mestre e Pós-graduado em Direito Tributário Taiguara Fernandes

Logo depois haverá o debate “A importância da comunicação no meio jurídico”, que terá como palestrante a jornalista especialista em marketing Marly Lúcio. Os debatedores serão a jornalista do Correio da Paraíba e advogada Adriana Rodrigues e o jornalista, editor do portal de notícias Wscom e advogado Ângelo Medeiro