‘Aprendiz de Vereador’ recepciona 18 universitários

As atividades da primeira turma, deste segundo semestre, do programa de estágio-visita não remunerado ‘Aprendiz de Vereador’ tiveram início nesta quinta-feira (26). Dezoito estudantes universitários assistiram a palestras formativas e, em seguida, conheceram os gabinetes parlamentares onde atuarão. Ao todo, 11 vereadores receberam aprendizes que atuarão nos gabinetes a partir da próxima segunda-feira (30). A iniciativa é realizada pela Escola do Legislativo Professor Celso Furtado, da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).



As palestras foram ministradas pelo Presidente e o Assistente Especial da Escola do Legislativo, Paulo Eduardo de Sá Barreto e Rômulo Santana, respectivamente. “Os aprendizes receberam informações a respeito das funções do vereador, do funcionamento da CMJP, das formas de participação popular na Casa e sobre o processo legislativo. Também fizemos um comparativo entre o que dispõe a Constituição Federal e o nosso Regimento Interno, no que tange à elaboração de projetos, emendas e leis em geral. O objetivo foi garantir que todos tenham uma visão geral do que é a Câmara”, ressaltou Rômulo Santana.



As atividades ocorrerão até 21 de outubro, e já estão previstas visitas guiadas ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), além de uma palestra formativa sobre orçamento público. Os aprendizes vão acumular 60 horas de práticas, sendo 12 horas de palestras e visitas guiadas, além de 48 horas cumpridas sob supervisão dos gabinetes parlamentares. Neste caso, a partir desta segunda-feira (30), serão quatro horas por dia, cumpridas no turno da manhã, diretamente com vereadores e suas equipes. Os estudantes que atingirem pelo menos 80% de assiduidade receberão certificado.



Ao final da experiência, o estagiário deve propor, como requisito essencial ao recebimento da certificação, uma minuta de projeto, requerimento, indicação, medida de fiscalização ou estudo técnico, sugerindo políticas públicas para a cidade.



Perfil da turma



O grupo de aprendizes desta edição é composto por graduandos em Ciências Sociais, Direito, Geografia, Gestão Pública, Relações Públicas, Ciências Econômicas, Odontologia, Administração e Tecnologia em Produção Sucroalcooleira. Também integra a turma um mestrando em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas.



Foram aprovados e classificados os estudantes Antônio Lira, Vinícius Toscano e Vitória de Araújo para estagiarem com o vereador Marcos Henriques (PT); além de Davi Ferreira, Isac de Morais e Janielle Galdino, que atuarão junto a Eliza Virgínia (PP). Carlão (DC) recebeu os estudantes Cláudia Lins e Jailson Macêdo; Humberto Pontes (Avante) recepcionou Arthur Lima e Elzimar Lopes; e Sandra Marrocos (PSB) acolheu os aprendizes Caio Bernardo e Heitor Hildack.



Maria Eduarda Zimmer integrará o gabinete de Bruno Farias (PPS); Maia Mylena Melo o de Damásio Franca (PP); e Amanda Bessa o de Milanez Neto (PTB). Gustavo de Sousa ocupou uma vaga disponibilizada por Leo Bezerra (PSB); Rennê Nunes foi selecionado para estagiar com Thiago Lucena (PMN); e João Wanderley Rocha no gabinete de Lucas de Brito (PV), que também é diretor da Escola do Legislativo.



“Sou acostumado a participar, desde pequeno, de associações de bairro. Quero aprender com a experiência e uma das minhas expectativas é apresentar, no final do estágio, uma proposta de Mobilidade Urbana envolvendo segurança para ciclistas”, adiantou o estudante de Tecnologia em Produção Sucroalcooleira Heitor Hildack.



“Tenho interesse em ciência política, em programas e movimentos sociais. No meu curso há a Geografia Política, que dialoga bastante com o ‘Aprendiz de Vereador’. Espero entender melhor o sistema público, o dia a dia dos vereadores e, enquanto cidadão, aprender mais sobre os mecanismos de fiscalização e de participação popular no Legislativo”, comentou o graduando em Geografia Jailson Macêdo.