Benjamin denuncia ‘novo cangaço’ em roubos na Paraíba

“Se instalou na Paraíba o chamado ‘novo cangaço’, onde grupos com armas de grosso calibre e dinamite, invadem as cidades e praticam assaltos a bancos e agências dos Correios e demais instituições financeiras, causando pânico à população”. A denúncia é do deputado federal Benjamin Maranhão (SD) e foi feita nesta terça-feira (3) na Câmara Federal. Ele destacou os últimos roubos que aconteceram nos municípios de Araruna e Barra de Santa Rosa.

O parlamentar lamentou situação de insegurança pública que vive o Estado da Paraíba e lembrou que este ano já foram registradas 36 ocorrências contra bancos, fora os roubos a agências dos Correios. Benjamin destacou que a população está em pânico e em algumas cidades não existe mais correspondente bancário.

O parlamentar lembrou que no mês passado, a agência do Banco do Brasil de Araruna foi completamente implodida pelos bandidos, causando pânico na população e sem que a polícia nada fizesse. “Também aconteceu pela segunda vez em Barra de Santa Rosa, onde primeiro foi o Banco do Brasil e depois a Agência dos Correios. A população deste município do Curimataú paraibano encontra-se sem um único representante bancário. Uma cidade que já padece com a falta de água, não tem nem como receber os benefícios dos programas sociais”, disse.

Mapa da Violência - Só este ano, segundo o mapa da violência contra os bancos, foram registradas 36 ocorrências contra bancos, sendo 17 explosões, três assaltos, 12 arrombamentos, duas tentativas de roubo e duas saidinhas. Desde que foi criado em 2011, o mapa feito pelo sindicato dos bancários já registrou 548 ocorrências no Estado e o que assusta é que esse número aumenta ano após ano.