Caixinha de surpresas

Eleição de mesa-diretora de Assembleia Legislativa é sempre uma caixinha de surpresas.

Nos bastidores há sempre um xadrez arriscado para quem mexe as pedras. Primeiro porque a eleição do presidente continua sendo secreta. Resta só confiar nos aliados. Segundo porque, mesmo sendo um colégio eleitoral reduzido, não é fácil mapear e controlar os votos. A qualquer interesse contrariado, eles mudam de lado.

Façam suas apostas. Para um xeque-mate, seja do que lado for, ainda tem muitas jogas pela frente.

Confira no vídeo abaixo o meu comentário na edição do Jornal da Correio desta quarta-feira (07), na TV Correio HD.

https://www.youtube.com/watch?v=ndqHuha3flY