Cássio quer saber o real objetivo do ‘Mais Médicos’

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), quer explicações do ministro da Saúde, Arthur Chioro, sobre reunião entre os assessores do Ministério da Saúde e a atual coordenadora do programa na Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) antes do lançamento do Programa “Mais Médicos”.

Após reportagem de uma emissora de TV, desta terça (16), ter revelado o encontro, Cássio protocolou na Comissão de Relações Exteriores (CRE) requerimento de audiência pública para ouvir Chioro.

"As evidências apresentadas nas gravações são graves e justificam a apresentação deste requerimento. Além disso, o requerimento oferece oportunidade aos assessores citados de esclarecerem as dúvidas que pairam sobre o Programa", afirmou Cássio.

Além do ministro da Saúde, o líder também quer ouvir na audiência pública as seguintes autoridades: o diretor do Departamento de Gestão da Saúde, Rafael Bonassa; o Diretor do Departamento de Gestão da Saúde Indígena - DGESI, Jean Kenji Uema;o ex-chefe da Assessoria Jurídica do Ministério da Saúde, Alberto Kleiman; e a Consultora do Programa Especial Mais Médicos na Organização Pan-Americana da Saúde, Maria Alice Barbosa Fortunato.

Comprometedora

De acordo com a matéria, os assessores do Ministério da Saúde e a coordenadora da OPAS discutiram as formas de mascarar o real objetivo do Programa de financiar o governo cubano, reservando a maior parte do orçamento a profissionais daquele país.

Segundo as gravações, a pauta da reunião incluiu temas como, por exemplo, como disfarçar a preferência do governo por Cuba, como disfarçar a vinda dos vigias do regime e qual o percentual do salário dos médicos ficaria com o governo cubano.