Concluídos 65% do primeiro lote do Canal Acauã-Araçagi

O Governo do Estado já executou 65% das obras do primeiro lote do Canal Acauã-Araçagi e implantou 90% dos tubos. O lote tem quase 41 quilômetros de extensão. O canal, maior obra hídrica da história da Paraíba, com 112,4 quilômetros, beneficiará 600 mil paraibanos de 38 municípios com água para abastecimento e irrigação.

“A previsão é que até o fim de dezembro nós tenhamos o lote 1 nos primeiros 41 quilômetros concluídos e já em operação, podendo distribuir água para a população por onde ele passa”, revelou o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo.

O Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal, investe R$ 1 bilhão na construção do Canal Acauã-Araçagi. “A obra passa fisicamente pelo território de 12 municípios. Populações de assentamentos do Incra também terão acesso à água ofertada pelo Canal Acauã-Araçagi, para desenvolverem projetos de irrigação”, destacou o secretário João Azevedo. As obras do lote 1, com 40,8 km, abrangem as cidades de Itatuba, Ingá, Mogeiro, Itabaiana e São José dos Ramos.

No lote 2, que teve o início das obras um ano depois do lote 1, o estágio atual das obras executadas é de 35%. O lote 2 passará por terras dos municípios de Sobrado, Mari, Sapé e Riachão do Poço.

A água disponibilizada vai proporcionar irrigação de 16 mil hectares, o que provocará mudanças significativas na economia nas localidades ao longo dos 112,4 quilômetros por onde o canal passa. As várias frentes de trabalho dos lotes 1 e 2 empregam mil pessoas, incluindo ferreiros, armadores, carpinteiros, mestres de obras e engenheiros.

O sistema receberá as águas da Transposição do São Francisco a partir da barragem Acauã, localizada no município de Itatuba. Esse manancial tem capacidade para acumular até 253 milhões de metros cúbicos d’água.

O canal tem trechos com largura de 120 metros em aberto, que receberá revestimento impermeável, e trechos com 80 metros de largura por onde passarão três tubos de 1,9 metros de diâmetro.

A água seguirá os 112,4 km por gravidade média de três centímetros a cada quilômetro. No lote 1 estão sendo construídas duas pontes sobre os rios Surrão e Ingá, e um aqueduto. Para a execução da terceira etapa do Canal Acauã-Araçagi, o Governo da Paraíba aguarda a autorização do Ministério da Integração Nacional.