Couto lamenta tragédia e propõe reunião de autoridades para sanar superlotação

A propósito da tragédia ocorrida na madrugada deste sábado (3), no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, região metropolitana de Campina Grande, o deputado federal Luiz Couto (PT-PB) lamentou profundamente o episódio, transmitiu sua solidariedade às famílias das vítimas e fez um apelo público para que todas as autoridades paraibanas se unam para tentar encontrar uma solução para o problema da superlotação, que acomete não apenas os presídios, mas também as instituições para as quais as crianças e adolescentes são encaminhadas para o cumprimento de medias socioeducativas.

"Lamento o que aconteceu, manifesto a minha solidariedade aos familiares das vítimas e faço um apelo para que as autoridades - todas elas, Governo, Ministério Público, Judiciário - se unam e discutam uma solução para o problema da superlotaçao e da aplicação mais eficaz das medidas socioeducativas", disse o parlamentar.

Na visão de Luiz Couto, o que ocorreu no Lar do Garoto demonstra que tanto o sistema penitenciário como os centros de medidas socioeducativas estão apodrecidos, corrompidos e com super lotação não conseguem recuperar, reeducar e ressocializar as pessoas que ali estão cumprindo penas de restrição de liberdade.

"O problema torna se maior porque as medidas socioeducativas não são aplicadas na sua plenitude", refletiu.