CRM contesta Prefeitura e garante que 34 PSFs continuam interditados em Santa Rita

Exatamente nesta quarta-feira (7) as gestões municipais completam 158 dias. A verdade é que, em sua grande maioria, não conseguiram resolver graves distorções deixadas pelas administrações passadas. Um caso emblemático é o de Santa Rita, terceiro maior município do estado, encravado na região metropolitana de João Pessoa.

O Conselho Regional de Medicina (CRM) havia interditado todos os 37 PSFs (Postos de Saúde da Fanília) entre o final do ano passado e o início de 2017. Por meio de sua assessoria, o prefeito Emerson Panta (PSDB), havia informação que já tinha conseguido regularizar a situação e liberar 27 PSFs.

Um dado que bate de frente com os dados oficiais do CRM. O presidente da entidade, João Medeiros, disse que a situação continua mesma e apenas três postos da família tinham sido autorizados a funcionar. O prefeito Emerson Panta, vale salientar, é médico e sustenta que apenas 10 PSFs não retomaram suas atividades normais. No mínimo, um choque anafilático na palavra oficial do CRM.