Da bancada paraibana, apenas André Amaral e Hugo Motta dizem rejeitar denúncias contra Temer

Um levantamento publicado na edição deste domingo (2) do jornal da Folha de São Paulo mostra o posicionamento de 354 deputados federais, dos 513 que tem a Câmara Federal, sobre o posicionamento em relação às denúncias contra o presidente Michel Temer. Dos paraibanos escutados pela Folha apenas André Amaral (PMDB), cotado para ministro da Cultura, e Hugo Motta (PMDB), rechaçam de imediato votar a favor do acolhimento das denúncias que devem ser encaminhadas pela Procuradoria Geral da República.

Do outro lado estão os deputados federais Pedro Cunha Lima (PSDB) e Luiz Couto (PT), que afirmar votar favoravelmente ao acatamento das denúncias da PGR.

O levantamento da Folha também trouxe deputados federais dizendo que não vão se pronunciar. Nessa coluna está o deputado Benjamin Maranhão (SD).

Entes os que disseram que não sabem ainda como votarão quando as deníuncias chegarem na Câmara Federal estão os deputados federais Efraim Filho (DEM) e Rômulo Gouveia (PSD).

Ainda tem paraibano que, mesmo ligado umbilicalmente ao governo Temer, não respondeu. É o caso do próprio líder da Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP). Nessa listagem estão ainda o deputado federal Damião Feliciano (PDT) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Os outros deputados federais paraibanos não foram ouvidos pela Folha.