Defensoria Pública e OAB se unem no combate à violência contra mulher

A Defensoria Pública da Paraíba vai estreitar relações com a OAB-PB (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba) com o objetivo de reforçar a atuação das duas instituições em relação ao combate à violência contra a mulher e à garantia dos direitos de LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

Discussão nesse sentido ocorreu na tarde desta quinta-feira (11), na sede da Defensoria Pública da Paraíba, em João Pessoa, entre a defensora pública-geral da Paraíba, Madalena Abrantes, e dois representantes da OAB-PB, a presidente da Comissão de Combate à Violência e Impunidade contra a Mulher, Katiele Marques, e o presidente da Comissão de Diversidade Sexual, Mário Vicente da Silva Filho. A gerente de Operação de Articulação com Estabelecimentos Penais da DPPB, Waldelita Cunha, também participou do encontro.

Segundo Mário Vicente, a Defensoria Pública tem coordenações parecidas com as temáticas que já são tratadas na OAB e a parceria entre as duas instituições será muito importante.

“Os defensores públicos estão literalmente no front da Justiça, no atendimento às pessoas que estão em estado de vulnerabilidade. E, por isso, a Defensoria Pública é um parceiro fortíssimo”, declarou o representante da Ordem dos Advogados do Brasil, acrescentando que serão agendadas reuniões de trabalho entre as comissões e coordenações das duas instituições.