Depois de apelo de Luciano Cartaxo, empresários e sindicato fecham acordo e greve dos motoristas de ônibus acaba

Após uma reunião na manhã desta sexta-feira na sede da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), convocada pelo prefeito Luciano Cartaxo, os presidentes do Sindicato dos Motoristas de Ônibus de João Pessoa, Antônio de Pádua, e do Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos, Alberto Nascimento, fizeram uma rodada especial de negociação na Justiça do Trabalho durante à tarde e fecharam acordo de reajuste salarial e o fim da greve.

O apelo do prefeito foi no sentido de que os dois lados, patrões e empregados, pensando na cidade, fizessem um último esforço de acordo para evitar e greve os transtornos à população.

Os dois sindicatos acataram a sugestão do prefeito e, no início da noite, concordaram com um reajuste salarial de 6℅.

Com o acordo, a greve programada para a manhã da segunda-feira não será mais realizada.

Para o superintendente da Semob, Carlos Batinga, a intervenção do prefeito Luciano Cartaxo, que revela sua sensibilidade e capacidade de liderança, foi essencial para destravar as negociações entre empresários e o Sindicato dos Motoristas. "A cidade sai ganhando. As lideranças de João Pessoa demonstram maturidade e evitamos os transtornos que outras cidades viveram recentemente", observou Batinga.