Eitel Santiago recebe alta em Brasília, após ter Covid 19

Secretário geral do Ministério Público da União, o procurador da República aposentado Eitel Santiago recebeu alta de um hospital de Brasília. Ele foi diagnosticado com a Covid 19, no dia 31 de maio, e chegou a ser intubado em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Eitel, 64 anos, mora sozinho em Brasília (DF), onde trabalha como ‘braço direito’ do procurador geral da República, Augusto Aras. Lá, tem um filho (Gabriel Clemente) que é médico e o acompanhou em todo tratamento.

O vereador de João Pessoa, Lucas de Brito (Livres), acompanhou toda angústia da família e relatou a apreensão durante os 11 dias que o pai este internado e, rapidamente, viu o quadro evoluir para sintomas respiratórios graves.

Eitel tem sobrepeso, é pré-diabético e hipertenso. Com essa essa condição se enquadro no perfil do grupo de risco. O filho Gabriel mudou-se a pouco tempo para Brasília, para acompanhar o nascimento do seu primogênito (terceiro neto) do procurador aposentado.

Foi Gabriel, único médico da família, que, por precaução, decidiu pelo tratamento em hospital. Eitel recusou a ideia de especialistas de que ele deveria continuar o tratamento em casa e seguiu o conselho filho médico.

"Após sete dias de internação, os pulmões foram atacados fortemente pelo coronavírus e os médicos decidiram pela suplementação de oxigênio por meio de cateter nasal. "O medo assaltou a paz da nossa família. Sentimos medo do desconhecido, medo de eventual erro no protocolo de tratamento, medo da intubação, medo da solidão, medo da não-despedida, medo da morte, medo da ausência, medo da saudade, medo do próprio medo”, descreveu Lucas em suas redes sociais.

Recuperado, Eitel Santiago deixou o hospital hoje e deve retornar à Paraíba na semana que vem, ao lado de Lucas, que foi acompanhar de perto a evolução do quadro clínico do pai.