Garimpeiros de Frei Martinho são homenageados

Governo homenageia garimpeiros com atividades em Frei Martinho neste sábado  



O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba (CDRM), realiza neste sábado (26) o 5º  Seminário Paraibano do Garimpeiro, no Clube Edvaldo Mota, na cidade de Frei Martinho, distante 193 km de João Pessoa. Com o tema “Agregando mulheres para agregar mais valor”, o evento é alusivo ao Dia Nacional do Garimpeiro, comemorado oficialmente em 21 de julho, e deve reunir 400 garimpeiros de sete cooperativas das cidades de Várzea (Coopevarzea), Junco do Seridó (Coopjunco), Pedra Lavrada (Comitel), Nova Palmeira (Coogarimpo), Picuí (Coopicuí), Assunção (Coomar) e Frei Martinho (Coopermineral).



O diretor presidente da CDRM, Marcelo Falcão Sampaio, destacou a importância da atividade mineradora do Estado como referência nacional e o apoio por meio das linhas de crédito. “Tivemos muito investimento através do Empreender, Cooperar e Procase para possibilitar maior assistência aos cooperados”, comentou, adiantando que a programação do evento terá início com uma palestra motivacional e, em seguida, será aberto espaço aos representantes de cada cooperativa para que possam compartilhar suas experiências e as iniciativas de formalização da atividade mineradora em cada região.



Programação – A abertura do 5º Seminário Paraibano do Garimpeiro será às 8h30, seguido de uma palestra motivacional com o psicólogo Washington José Pessoa. Depois, cada cooperativa terá 15 minutos para realizar suas explanações e o encerramento está previsto para as 12h30 ao som da banda Forró Cobiço.



O tema desta edição que homenageia as mulheres não foi escolhido aleatoriamente, pois elas têm um papel fundamental na agregação de valor da atividade mineradora. “As mulheres são mais atenciosas e delicadas, por isso, cada vez mais, através de cursos de qualificação, estamos atraindo as mulheres para o garimpo e, consequentemente, para as cooperativas. Como exemplo temos o curso de Lapidação de Gemas em andamento no município de Nova Palmeira, onde as mulheres sairão prontas para atuarem desde a parte do designer, lapidação até a fundição”, explicou Marcelo Sampaio.



Em Várzea, as garimpeiras trabalham na produção de revestimentos com tela. Já no município de Pedra Lavrada há uma unidade de lapidação de pedras preciosas, onde as mulheres irão passar a fabricar bijuterias; e em Frei Martinho, por exemplo, elas passarão a classificar a mica em tamanho padrão.



O Governo do Estado também tem investido em projetos coletivos nas regiões do Seridó e Curimataú  voltados ao beneficiamento de minérios, como a inauguração da usina de pegmatitos em Nova Palmeira.



A parceria do evento é com o Departamento Nacional de Geologia, Ministério de Ciência e Tecnologia, Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba (CDRM), Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Sebrae. Mais informações através do telefone 3331-4909.