Globo se cala e Drauzio Varela pede desculpas

O médico Dráuzio Varella publicou um vídeo comentando a repercussão do caso da transexual Suzy, entrevistada por ele no programa Fantástico.

Depois da veiculação do programa, descobriu-se que transexual, apresentado na matéria como vítima de discriminação, cumpre pena por estuprar e estrangular uma criança de 9 anos de idade.

No Fantástico de domingo, os apresentadores limitaram-se a ler apenas uma nota escrita pelo Varela, onde ele diz que é médico e não juiz. Os apresentadores arremataram a informação dizendo que a Rede Globo assinava embaixo tudo dito pelo médico. Não houve pedido de desculpas à família do menino, que foi enterrado pelo estuprador.

Nas redes sociais, desde que se descobriu o crime cometido pela transexual Suzy, a imagem da Rede Globo foi duramente criticada. Jornalistas que tentaram defender Drauzio das acusações de ter omitido os crimes deliberadamente, também foram detonados na internet.

No vídeo abaixo, Drauzio Valera admite erro, pede desculpas à família do garoto e garante que nunca será candidato à nada.