Governo Federal pode investir R$ 60 mi no Porto

A Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) recebeu, nesta quinta e sexta-feira (24 e 25), representantes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, da Secretaria Nacional de Portos e da Empresa de Planejamento e Logística para discutir a ampliação dos terminais de combustíveis existentes no Porto de Cabedelo com investimento de R$ 60 milhões.

Os representantes também puderam conferir as condições dos berços existentes para atendimento da demanda ampliada, com visitas in loco e reunião com representantes dos terminais atualmente instalados na área portuária.

Também foi tratado sobre a validação dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental que o Porto elaborou e doou para o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e Secretaria Nacional de Portos que subsidiará o leilão dos terminais de derivados de petróleo que estão com contratos vencidos no Porto de Cabedelo.

Na ocasião, os visitantes puderem conhecer todo o porto, os terminais e os investimentos que serão feitos a partir do leilão. Segundo a diretora presidente da Docas-PB, Gilmara Temóteo, esses investimentos serão divididos com R$ 20 milhões para a remodelação da área primária e R$ 40 milhões destinados à ampliação para quatro terminais de derivados de petróleo.

"Esses novos terminais terão padrão internacional e vão permitir que a operação do Porto com estes produtos seja alavancada, garantindo o abastecimento de combustível no Estado e contribuindo para o desenvolvimento econômico da Paraíba", salientou.