Lira: duplicação da BR 230 será a mais importante do Brasil

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) reafirmou, em entrevista à imprensa paraibana, que os 340 quilômetros de duplicação da BR 230, no trecho entre Campina Grande e Cajazeiras, representam a maior obra rodoviária do Nordeste, a ser executada a partir deste ano.

Lira, que na condição de relator do Orçamento Geral da União no Ministério dos Transportes conseguiu aprovar uma dotação orçamentária de R$ 165 milhões para o início da obra, reafirmou que a conquista dos recursos representou a vitória mais importante do projeto da duplicação, a ser executado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

“Nós estamos felizes por ter vencido a etapa mais importante, que foi garantir o recurso. O dinheiro está lá, carimbado, e existe toda uma movimentação do Ministério dos Transportes para realizar essa obra”, afirmou Lira, assegurando que a duplicação é uma prioridade de seu mandato.

Ele lembrou que o DNIT concluiu o estudo técnico e ambiental, que permitirá a execução dos primeiros 33 quilômetros da obra, entre Campina Grande e a Comunidade Farinha (Praça do Meio do Mundo). O senador observou, com base nos estudos, que esse trecho é o mais importante da duplicação, pois apresenta grande movimento de veículos: cerca de 12 mil veículos circulam diariamente, principalmente, caminhões.

“É o trecho chamado, tecnicamente, de mais crítico, e na medida em que a gente consiga duplicar esse trecho, nós estaremos dando mais conforto e, sobretudo, mais segurança aos paraibanos que transitam por essa estrada” afirmou Raimundo Lira.

Otimista, ele observou que os primeiros 33 quilômetros da duplicação podem ser feitos em 14 meses, conforme garantiu o próprio Ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues. Isso porque se trata da única obra nova no Brasil, do Ministério dos Transportes, que recebeu 100% de sua dotação orçamentária para ser executada. “É uma obra de grande envergadura para a Paraíba e, principalmente, para Campina Grande”.

Articulação

 Lira observou que o projeto é ousado, caro, difícil, mas será realizado, e quando for concluído, impulsionará ainda mais o desenvolvimento do Estado. Para conquistar os recursos necessários para iniciar a obra no primeiro trecho, Lira fez uma articulação, junto ao PMDB, para ser indicado na cobiçada e concorrida relatoria do Orçamento Geral da União, no Ministério dos Transportes. Ele ressaltou que, das 16 relatorias do Orçamento, a mais disputada é justamente o do Ministério dos Transportes, por ser a mais importante.

A luta, segundo Lira, foi árdua, mas vitoriosa. “Eu disse que meu grande objetivo seria conseguir meios para a duplicar a BR 230. É uma obra grande, cara, mas eu sempre disse que a gente só pode terminar uma obra dessa envergadura, se começar”.

Na semana passada, o Ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, confirmou que, em meados do mês de abril, as obras do primeiro trecho da duplicação da BR 230 entre as cidades de Campina Grande e Cajazeiras, já poderão ser iniciadas.

A confirmação foi dada em ligação telefônica do Ministro para o Senador Raimundo Lira. A pedido de Lira, o ministrou também anunciou que virá à Paraíba para assinar a ordem de serviço da obra, esperada com muita expectativa pelos paraibanos.