Luiz Couto defende “depuração” para tirar “picaretas e oportunistas” do PT

O deputado federal Luiz Couto detonou o PT. nesta sexta-feira (5), ele defendeu "uma depuração", para tirar da legenda os "picaretas e oportunistas". Couto, ao lado dos deputados estaduais Frei Anastácio e Anísio Maia, apresentará um candidato a presidente estadual, na linha de oposição ao atual dirigente, Charliton Machado, que não disputa a reeleição.

Nesta sexta e amanhã, o PT realiza o congresso estadual, em João Pessoa, para a escolha dos novos dirigentes estaduais. Couto, Anastácio e Anísio integram uma tendência chamada 'Muda PT'.

Na avaliação do deputado federal, a mudança interna deve começar pelos presidente estaduais, tesoureiros e integrantes dos Conselhos de Finanças, onde as decisões sobre recursos que entram e saem da legenda sejam tomadas de forma coletiva. Para ele, o PT errou, mas deve corrigir os rumos. Sem citar nomes, Luiz Couto disse que são poucos os que empunham a bandeira do PT após as denúncias de corrupção e a crise econômica que afeta o país.

O deputado federal prega ainda mudança de postura na hora de fechar alianças, se posicionando contra a formação de palanques com "partidos golpistas e de direita”. Ele lembrou que ficou contra, nas eleições passadas, de alianças com PMDB, PSDB e PP. "Quase fui expulso do PT", lembra.