Maranhão cobra “unidade da campanha casada” PMDB/PT

O presidente estadual do PMDB, o ex-governador José Maranhão, garantiu que tanto o seu partido como o PT não deram a menor importância sobre especulações de que o pré-candidato Veneziano Vital do Rêgo poderia desistir da disputa. Ele reafirmou apoio incondicional ao nome do ex-prefeito de Campina Grande e minimizou uma eventual crise com os petistas, por conta da coligação proporcional.

Maranhão disse que a aliança já está formada  e o PT será importante nas pretensões de Veneziano. "Quando uma campanha é casada, de cima a baixo, todas as questões são resolvidas", disse.

Par ao ex-governador, o que vai definir o tom da campanha para essas duas legendas é a unidade. "É importante que todos estejam trabalhando como um verdadeiro exército, no mesmo sentido e com o mesmo objetivo. É dificil fazer uma campanha sem que todos os candidatos da proporcional estejam unidos", comentou.