Medidas restritivas e telemedicina em debate

O prefeito Luciano Cartaxo anunciou que está ampliando as medidas de isolamento social por mais 15 dias em João Pessoa. Em entrevista ao programa Correio Debate, da TV Correio, o prefeito destacou a decisão de tentar proteger os empregos dos operadores de transportes coletivos. As empresas vão receber, antecipadamente, créditos que têm com a gestão municipal, como o pagamento dos vale transporte e passe escolar. Em nota, logo depois do programa, o Sindicato dos Transportes Urbanos de João Pessoa (Sintur-JP) disse que a medida era vista com bons olhos, mas não resolvia os problemas causados pela paralisação das atividades.

Neste bloco, uma entrevista exclusiva com o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o médico paraibano Marcelo Queiroga. Ele elogiou a decisão do presidente Jair Bolsonaro em implantar a telemedicina no país. Disse que a SBC já vinha implantando um sistema de teleconsultas para os pacientes de cardiologistas em todo o país. Queiroga ressaltou que existem, no mundo, cera de 400 milhões de cardiopatas e que as doenças relacionadas ao coração são "as verdadeiras pandemias", pois matam cerca de 18 milhões de pessoas por ano.

Assista na íntegra o bloco do Correio Debate, que ainda teve matéria em Campina Grande, com o prefeito Romero Rodrigues iniciando a distribuição de 500 mil máscaras para população. Ele pensava em reabrir o comércio gradualmente, mas recuou e à noite anunciou que decidiu seguir a orientação do Ministério Público e permanecer com as atividades paralisadas.