Ministro discute na PB Sistemade Segurança

A redefinição do Programa Divisa Segura e a integração dos sistemas de segurança do Nordeste foram temas de uma reunião entre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e secretários de Segurança dos nove estados da região, nesta sexta-feira (8). As discussões foram realizadas durante o Encontro dos Chefes de Organismos de Inteligência e Gestores dos Sistemas de Informação de Segurança Pública (Enchoi) – Etapa Nordeste. O evento, que é promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, em parceria com o Governo da Paraíba, foi realizado na cidade do Conde, Região Metropolitana de João Pessoa.



Além do ministro José Eduardo Cardozo e da secretária Nacional de Segurança Pública (Senasp), Regina Miki, participaram da reunião representantes da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e ainda os representantes do Exército, da Polícia Federal e Rodoviária Federal. Na pauta, a busca por ações mais repressivas e eficazes nas explosões a bancos no Nordeste e ainda a articulação de operações nas divisas, seguindo um modelo mais integrado de Segurança Pública, adotado durante o período de realização da Copa do Mundo no Brasil.



Para o ministro, o importante é manter sempre o foco na integração de forças policiais, construindo novos paradigmas para o enfrentamento do crime organizado e de quadrilhas que agem nas cidades do interior nordestino, usando explosivo contra instituições bancárias.



“É necessário a criação de uma estrutura que dará cobertura a todas as ações realizadas na região Nordeste. Nossa ideia é ter um conselho que não só fiscalizaria, mas que coordenaria as iniciativas de cada um dos nove estados. Só assim seria possível criar a base de um trabalho policial integrado e apoiado em sistemas de inteligências. Teríamos, neste conselho, um secretário de cada estado, um representante da Polícia Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal. Este evento é para discutirmos isto melhor e apressar o processo de reorganização do Programa Divisa Segura”, disse José Eduardo Cardozo.



O secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, reafirmou que a reunião desta sexta-feira com o ministro da Justiça buscou a organização de um modelo de segurança pública integrado entre todos os estados que compõem a Região Nordeste, com ideal de funcionamento como o do período da Copa do Mundo e que seja apoiado em ações de combate a quadrilhas de criminosos que agem em crimes contra a vida e com explosões de caixas eletrônicos.



“Todos os secretários de segurança do Nordeste vieram para João Pessoa e essa foi a oportunidade de trocar experiências e construir novas bases, formatos, com a implantação de um sistema integrado, pautado no serviço de inteligência policial”, afirmou Cláudio Lima, acrescentando que a Paraíba parte na frente, já que publicou recentemente a Lei da Inteligência, traçando diretrizes para a operacionalização da área de inteligência Policial do Estado. “Serviços de Inteligência da Polícia Civil, Militar e ainda Corpo de Bombeiros e Sistema Penitenciário trabalharão em conjunto nos dando subsídios para a realização de operações policiais eficazes”, finalizou Cláudio Lima.