MPE pede cassação de prefeito, vice e novas eleições em Sousa

O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação da chapa do prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB),  e do seu vice, Zenildo (PSD), por abuso de poder econômico nas eleições passadas. O MPE quer  que sejam realizadas novas eleições em Sousa.

O pedido  é relativa a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação ‘Sousa Muito Mais’.

No parecer, o Ministério Público reconhece que o  "abuso do poder econômico desequilibrou a disputa entre os candidatos" e pede ainda a ilegibilidade da chapa. O MPE recomenda a cssação dos diplomas, a inelegibilidade dos réus por oito anos e a realização de novas eleições municipais, que podem ser indiretas, se o trânsito em julgado (quando não há recursos)  ocorrer até 20 de junho de 2020 ou direta se for antes desta data.