Nilda Gondim ressalta previsão de lançamento do Plano Safra

“Tivemos nesta segunda-feira, dia 1º de junho, a grata satisfação de ouvir do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, a confirmação de que a presidente da República, Dilma Rousseff, vai anunciar no próximo dia 15 o Plano Safra para a Agricultura Familiar 2015/2016”, comentou a secretária executiva de Representação Institucional do Governo da Paraíba em Brasília/DF, suplente de senadora Nilda Gondim (PMDB).

Em seus perfis nas mídias sociais, Nilda Gondim ressaltou garantia dada pelo ministro de que os recursos a serem empregados no Plano Safra para a Agricultura Familiar 2015/2016 não serão inferiores ao montante de R$ 24 bilhões empregados no plano anterior.

Patrus Ananias participou da solenidade de abertura do Fórum dos Secretários de Estado da Agricultura Familiar do Nordeste, ocorrida no Salão Nobre do Palácio da Redenção, em João Pessoa/PB. Na ocasião, ele assinou Acordo de Cooperação Técnica entre o Governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Agrário para criação de um programa que valorize a semente com tecnologia, permitindo aos produtores da Agricultura Familiar condições reais de produção e produtividade.

A iniciativa também deve viabilizar a troca de dados do sistema da Declaração de Aptidão do Produtor com a finalidade de isentar os agricultores familiares do pagamento do ICMS da energia elétrica.

Durante a abertura do evento, que é promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (Seafds), o ministro Patrus Ananias assegurou que a meta do Governo Dilma Rousseff é fazer com que até o final da atual administração não haja mais nenhuma família de agricultores morando debaixo de lona no território nacional. Para isso, ele ressaltou a importância da parceria que está sendo buscada junto aos governos estaduais no sentido de garantir o assentamento, em condições dignas, de todas as famílias que ainda vivem em acampamentos.

Patrus Ananias informou ainda que o Governo Dilma Rousseff vai criar espaços para produção de alimentos saudáveis para garantir que o homem do campo possa permanecer no campo em condições dignas de vida e de trabalho. A iniciativa prevê ações integradas com as áreas de educação, cultura e inclusão digital, e também atividades esportivas.

Para a secretária Nilda Gondim, as garantias dadas pelo ministro foram bastante animadoras. “Esperamos que as ações venham refletir de forma direta e positiva na melhoria efetiva da qualidade de vida do homem e da mulher do campo, reservando-se atenção especial às mulheres, que muito têm contribuído para o sustento de suas famílias e para o desenvolvimento de suas comunidades, tanto por meio da própria lida (trabalho) no campo quanto por intermédio de atividades culinárias e artesanais organizadas em cooperativas”, enfatizou.