OAB cassa carteira de advogado de Gilberto Carneiro

Por ser servidor público concursado do Ministério Público da Paraíba, o ex-procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro, teve sua carteira de advogado cassada pelo Conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil. O órgão especial da entidade não acatou recurso de Carneiro e considerou que a advocacia é incompatível com as funções públicas exercidas pelo ex-procurador.

Com a decisão, Gilberto Carneiro fica impedido de exercer a advocacia. Nada tem a ver com o processo da Operação Calvário, onde ele é suspeito de participação de um esquema de desvio de dinheiro público na gestão do então governador Ricardo Coutinho (PSB).




O recurso de Gilberto Carneiro teve provimento negado, segundo confirmou o presidente da OAB-PB, Paulo Maia. A seccional paraibana da entidade ainda não foi oficialmente notificada da decisão do órgão da direção nacional da entidade.