Operação ‘Boas Festas’ mobiliza mais de 1.500 policiais

O comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, lançou, nesta quarta-feira (3), ao lado do governador Ricardo Coutinho, a operação 'Boas Festas", que vai contar com um reforço de mais de 1.500 policiais para atuarem no policiamento ostensivo das áreas de comércio em todo Estado.

De acordo com o comandante da PM, o cidadão vai poder contar com o aumento do número de locais monitorados por câmeras em unidades móveis. "Também vamos reforçar as operações nos ônibus e principais locais de movimentação de usuários do transporte público, a exemplo das integrações de João Pessoa e Campina Grande", explicou.

"Estamos com esse incremento de efetivo em todo Estado, com policiais de várias unidades operacionais e do serviço administrativo, recepcionando os novos equipamentos entregues pelo Governador do Estado para garantir a segurança neste período, quando aumenta o fluxo de pessoas e a movimentação de valores por causa do pagamento do décimo terceiro salário e compras no comércio", destacou Euller Chaves.

Em Campina Grande, a operação vai ser lançada na próxima sexta-feira (5), às 9h, na Praça da Bandeira, durante a formatura militar. No sertão do Estado, o Comando do Policiamento Regional II já começou o reforço com policiais a pé nas ruas do centro das cidades de Patos, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha São Bento, Princesa Isabel, Pombal e Santa Luzia. As ações incluem também a intensificação das abordagens próximo a esses locais.

Blitzen - No mês de novembro foram apreendidas mais de 1.000 motocicletas irregulares nas ruas da Região Metropolitana de João Pessoa. Os números foram divulgados pelo comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), tenente-coronel Almeida Martins, que adiantou que as ações serão intensificadas neste mês de dezembro. "Já mapeamos alguns pontos para serem intensificados e com isso pretendemos contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade, principalmente aqueles que são praticados usando motos para fugir após os delitos, assim como recuperar veículos roubados", explicou.