Maranhão devolve ‘a bola da candidatura própria’ a Lira e seguidores

Presidente estadual do PMDB, o senador José Maranhão disse que Raimundo Lira (PMDB), confirmado nesta terça-feira (4) como líder do governo Michel Temer no Senado Federal, terá apoio irrestrito do partido caso queira disputar o governo do estado no ano que vem. Ele considera até a remota hipótese de Lira ter o apoio do atual governador, Ricardo Coutinho (PSB), o que traria Temer para o palanque socialista na Paraíba.

Assim que foi confirmado como líder de Temer no Senado, Lira recebeu uma ligação do presidente e o blogue contato, por mensagem, de sua assessoria reafirmando que o projeto do senador é disputar a reeleição. Nada mais.

Maranhão avalia que "muitas águas vão rolar" até o pleito do próximo ano, mas enfatiza que o PMDB terá candidatura própria ao governo do estado. Para quem não lembra, foi Lira quem abriu a janela da dissidência no ano passado, cobrando da legenda uma definição sobre 2018. Na única reunião que a Executiva Estadual conseguiu realizar, fechou-se a ideia de que o PMDB teria candidato a governador.