PT avança na defesa de Lula, no vácuo das denúncias contra Temer

Em meio a enxurrada de denúncias contra o presidente da República, Michel Temer, o PT vem se armando para a defesa do ex-presidente Lula, em todos os flancos. Os ataques do procurador ao mandato de Temer, paradoxalmente, servem como cortina para a estratégia petista.

Partiu da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffman, a delcaração de que se Lula for preso, as ruas têm que reagir na luta. Nesta terça, enquanto Temer fazia um marabalismo verbal em sua defesa, os petistas comemoravam uma decisão em segundo instância que "inocentou" o ex-tesoureiro Vaccari. Ele foi condenado pelo juiz Sérgio Mouro, em primeira instância.

O Ministério Público havia recorrido para aumentar a pena. Três desembargadores do Tribunal Regional Federal, por 2 votos a 1, consideraram que a condenação não podia ser mantida com base apenas em delações premiadas, "sem provas". Tudo que os petistas queriam ouvir.

É nessa linha que segue repisando a defesa do ex-presidente Lula. O PT quer apear Temer e recolocar no comando do país o ex-presidente. Foi a partir da gestão Lula que todos os escândalos eclodiram no país. Os crimes da gestão Temer, ditos em delações premiadas, não apagam as manchas dos governos Lula/Dilma.