Oposição vai pedir que MPF, MPPB e Ministério Público de Contas acompanhem CPI dos Codificados

A bancada de oposição quer avançar, esta semana, na estratégia de denunciar os gastos do estado com 'codificados' e insistir na instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa. O deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) disse que a bancada notificará o Ministério Público de Contas, o Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado. "Compreendemos que parte dos recursos que são usados na Saúde também é de responsabilidade federal, também cabe ao MPF fazer esse acompanhamento das investigações", disse.

Para ele, 'codificado' é uma burla à Constituição Federal. "O que é pior é que numa lista verdadeira, com o timbre do governo, temos casos específicos de servidores que recebem bem menos do que é apresentado nessa lista", afirmou. O Banco do Brasil informou à bancada de oposição que a lista paga a 'codificados' do estado é de R$ 29 milhões.

"Temos uma diferença de R$ 6 milhões, entre o que é executado e efetivamente pago pelo Banco do Brasil e o que o governo diz que gasta, que seriam R$ 23 milhões", salientou Bruno.