Para Camila Toscano, entrevista de secretários confirmou denúncia da oposição sobre ‘codificados’

A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) disse que a entrevista coletiva dos secretários de Ricardo Coutinho (PSB), na quinta-feira passada, só vêm confirmar as denúncias que a bancada de oposição na Assembleia Legislativa vem fazendo sobre os 'codificados'. "São mais de oito mil pessoas prestando serviço ao estado sem qualquer regulamentação, sem qualquer direito, seja a férias, licença maternidade ou qualquer outro direito trabalhista", disse.

Para ela, tudo que a oposição vem cobrando na ALPB se confirmou na entrevista com os secretários de Planejamento, de Saúde, de Comunicação e com o procurador geral do Estado.

A deputada disse que oposição insistirá na instalação dessa Comissão Parlamentar de Inquérito e já conta com as 12 assinaturas. "Estamos há quase sete anos do governo Ricardo Coutinho e eles (a bancada governista) estão tentando apenas revirar o passado. Esses servidores vão se sentir ameaçados de perder o vínculo se sentirão obrigados a votar no candidato do governo. São oito mil pessoas. Temos que investigar tudo isso, inclusive se houve fraude na lista, como o governo está alegando", salientou.

[yframe url='

Correio Debate - Entrevista com Camila Toscano... por tvcorreio']