Para Cássio, segurança e educação devem ser prioridades das oposições

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) afirmou que não está no seus planos disputar um mandato e governador no ano que vem, mas observou que só colocaria seu nome na disputa se as oposições se reunissem e entendessem que ele seria o único capaz de enfrentar o candidato apoiado pelo governo do estado.

Cássio disse que não está nas suas aspirações futuras a busca por indicação para compor uma chapa nacional pelo PSDB. Segundo ele, com a projeção na política nacional, os espaços são ocupados em favor de ações da Paraíba.

O senador argumentou que enquanto o Brasil discute um imposto sobre os combustíveis, o governo do estado já tinha aumentado a alíquota do ICMS sobre a gasolina.

Segundo ele, segurança pública e educação devem ser prioridades para as oposições. Cássio afirmou que as obras qualquer gestor pode dar sequência, mas o importante é o próximo governador resolver as questões que afetam diretamente a sociedade.

Assista o terceiro e último bloco da entrevista do senador Cássio Cunha Lima, ao 'Correio Debate', na TV Correio:

https://www.dailymotion.com/video/x5usvc3