Paraíba: André Figueiredo exalta internet popular



O ministro das Comunicações, André Figueiredo, exaltou, em João Pessoa, na Paraíba, o avanço da banda larga popular em residências do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. A instalação da rede, no condomínio Jardim das Colinas, faz parte do Projeto Nacional de Fibra Óptica em Domicílio, que é desenvolvido pela Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid) e vai ao encontro das metas do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), gerenciado pelo Ministério das Comunicações (MC).




Até 2018, o PNBL busca alcançar 70% dos municípios com redes baseadas em fibra óptica, o que corresponderá a 90% da população. No país, 94 milhões de brasileiros já navegam pelo mundo virtual. Esse cenário foi facilitado pela disseminação de smartphones e computadores na última década.




Segundo o ministro, essas medidas representam uma contribuição direta ao processo de inclusão digital de milhões de cidadãos. "Com o estímulo à ampliação da rede em unidades populares, o MC busca massificar a internet de alta velocidade, com destaque para locais com maior carência dessa tecnologia", afirmou.




Acompanhado da vice-governadora do Estado, Ana Lígia Feliciano, Figueiredo pontuou os benefícios da inclusão digital e garantiu que os investimentos são prioritários para o setor.




"Essa moradora deseja ser médica. Agora, ela pode acreditar nesse sonho, pois é possível. Com o Minha Casa, Minha Vida, associado à inclusão digital, aproximamos todos os cidadãos e permitimos o desenvolvimento social do país", destacou.




Para a moradora Ialúbia Almeida, a tecnologia garante um futuro diferenciado para os filhos. "Eles conseguem acompanhar todas as novidades que surgem no mundo direto pela internet. Hoje, pela rede sem fio, todos conectam seus celulares e tablets. É uma modernidade que gera felicidades para todos nós", vibrou.




O presidente da Anid, Percival Henriques, destacou que o projeto já atende, no total, 4 mil moradias com qualidade. "O cidadão, que integra o programa, consegue ter acesso, na sua residência, a uma velocidade de conexão de até 1 GB. É uma estrutura de alta capacidade com um custo baixo", valorizou.




REPNBL




 O MC já aprovou 53 projetos que vão resultar em um investimento de R$ 500 milhões em infraestrutura de banda larga na Paraíba, até o fim de 2016. Os recursos estão garantidos por meio do Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga (REPNBL).




Os investimentos vão beneficiar 125 cidades paraibanas com a ampliação do acesso à internet, mais da metade dos municípios do Estado. A Paraíba é o quarto estado da Região Nordeste em volume de recursos destinados pelo REPNBL até agora.




Ao todo, a medida já garantiu R$ 3,3 bilhões para a região Nordeste.  O valor representa 22% dos aportes admitidos em todo o país. Os estados da Bahia (R$ 833 mi), Pernambuco (R$ 530 mi), Ceará (R$ 502 mi) e Paraíba (R$ 500 mi) receberam os maiores desembolsos da região. Em volume de investimentos, a região só perde para o Sudeste.




Pelo regime especial, o governo federal concedeu isenção fiscal para empresas que encaminharam projetos de construção e modernização de redes de banda larga. O prazo de inscrição de projetos foi encerrado em junho deste ano. Outras propostas ainda estão em fase de avaliação e podem ser aprovadas pelo ministério.