PB recebe R$ 79,7 milhões para pagamento de 449.462 Bolsas Famílias; confira valores

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) repassará quase R$ 2,4 bilhões aos beneficiários do Bolsa Família no mês de junho. O pagamento teve início nesta segunda-feira (19) e segue até o dia 30. Mais de 13,2 milhões de famílias serão beneficiadas em todo o país. Na Paraíba têm direito a receber 449.462 famílias, com o valor pago de R$ 97 milhões, 787 mil e 540.

O valor médio da Bolsa Família na Paraíba a ser pago é de R$ 195,79. No Nordeste, essa média chega a R$ 186,90. No país, o valor médio do benefício é de R$ 180,49.



O valor repassado varia de acordo com o número de membros da família, a idade de cada um e a renda declarada ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Para saber o dia em que é possível sacar o dinheiro, deve-se observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão. No primeiro dia, recebem as famílias com NIS de final 1. No segundo dia, os cartões terminados em 2 e, assim, sucessivamente. Os recursos ficam disponíveis para saque durante 90 dias. O calendário de pagamento pode ser consultado no site do MDS.

Primeira infância

Para fortalecer ainda mais o Bolsa Família, o governo federal criou um programa de atenção à primeira infância. Sob a coordenação do MDS, o Criança Feliz reunirá ações nas áreas de saúde, educação e cultura. As famílias serão acompanhadas por profissionais capacitados, que farão visitas domiciliares periódicas. Serão priorizadas gestantes e crianças de até 3 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O MDS também prepara um pacote de ações para promover a inclusão produtiva dos beneficiários do Bolsa Família, com oferta de microcrédito, estímulo aos jovens na área de tecnologia da informação e premiação aos prefeitos que conseguirem realizar ações para aumentar a renda dos mais pobres.

O programa

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00) e de extrema pobreza (renda per capita mensal de até R$ 85,00). A o entrarem no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.