Pedro apoia redução de congressistas































































































Reduzir o custo da máquina pública é uma das bandeiras que o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) defende no Congresso Nacional. Depois de cobrar a redução de gastos na Câmara dos Deputados e corte de privilégios no Executivo, Legislativo e Judiciário, o parlamentar também passa a defender a redução no número de deputados e senadores. Nesta terça-feira (19), Pedro assinou uma proposta que reduz o número dos atuais 513 deputados para 386, e dos 81 senadores 54, sendo apenas dois por estado.

De acordo com Pedro Cunha Lima, a diminuição no número desses parlamentares geraria uma economia de R$ 1,3 bilhão em quatro anos. Em um vídeo postado nas redes sociais, o parlamentar revela ser favorável a redução do número de deputados e senadores e disse que a atual formação da Casa é ineficiente.

“Esse plenário, vocês sabem, é improdutivo, é ineficiente, é inoperante. É um absurdo não só o custo desse legislativo, mas o resultado que ele produz. São sessões que se espremer não dá quase nada e eu sou favorável a proposta, porque, sobretudo, em regra, defendo a mudança”, falou o deputado, destacando que além de reduzir o custo ainda contribui para melhoria da governabilidade.

A proposta, que para avançar são necessárias 171 assinaturas, altera os artigos 45 e 46 da Constituição e determina uma diminuição de 25% dos representantes na Câmara dos Deputados e de um terço no Senado Federal. Ficam assegurados, no entanto, os mandatos dos atuais deputados e senadores que ocupam as vagas a serem extintas.