Plano Safra investe R$ 425 milhões na Paraíba

A estimativa do Banco do Nordeste é de investir R$ 425 milhões no Estado da Paraíba por meio do Plano Safra 2020/2021. Com este montante, o Banco visa beneficiar cerca de 49 mil produtores rurais. O volume representa 5% do total de recursos disponíveis para toda a área de atuação do Banco, que abrange os nove estados do Nordeste, além do norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo.

No Plano Safra 2019/2020, o BNB aplicou na Paraíba R$ 385,7 milhões, que beneficiaram mais de 47 mil produtores no campo.

Distribuição do crédito rural

O Banco do Nordeste é líder do crédito rural em sua área de atuação - os nove estados da Região e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo -, com participação média de  55,1% de todo o financiamento rural da região, mesmo que com apenas 8,3% das agências bancárias instaladas na mesma área de atuação.

No Rio Grande do Norte, para o percentual de 11,1% da rede bancária, o BNB teve participação de 80,4% nos financiamentos rurais do Estado, enquanto no Piauí, com 12,3% das agências, o Banco alcançou 79,9% do crédito rural.

No Ceará, esse percentual atingiu 76,9% (com 9,8% das agências); na Paraíba, 73,8% (com 8,9% das agências; em Sergipe, 65,6% (com 8,8% das agências); e Pernambuco e Alagoas, 60,3% (respectivamente com 7,4% e 9,7% das agências); no Maranhão, 53,3% (com 9% das agências); e na Bahia, 46,7% (com 6,7% das agências)

O Banco do Nordeste tem recursos para atender a demanda do setor do agronegócio, em todos os portes de clientes, no volume de R$ 8,3 bilhões, o que representa um incremento de 6% em relação ao ano passado. Essa informação foi divulgada em live realizada hoje (2) pela manhã, quando o BNB apresentou as novidades para o Plano Safra deste ano, além de lançar  o aplicativo BNB Agro e os novos produtos de Custeio e Comercialização Digital, que irão facilitar o acesso dos produtores ao crédito rural.

Participaram virtualmente do encontro a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina da Costa Dias, o deputado federal líder da bancada ruralista, Júlio César de Carvalho Lima, e o presidente de Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins da Silva Júnior. O evento foi conduzido, a partir do Banco do Nordeste, por seu presidente, Romildo Carneiro Rolim.

O Banco do Nordeste superou a meta estabelecida pelo Governo Federal para o Plano Safra 2019-2020 ao contratar R$ 8,1 bilhões, correspondente a 104,4% do esperado, com a formalização de 550,3 mil operações de crédito. Desse total, R$ 4,9 bilhões, foram contratadas no âmbito do agronegócio, incluindo custeio, investimento e comercialização, e mais R$ 3,2 bilhões foram aplicados por meio do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf).