PMJP mostra unidade mobiliada do Villa Sanhauá

O Projeto Villa Sanhauá entrou na fase de conclusão das obras e já é possível ver como a reabilitação dos oito casarões históricos da Rua João Suassuna, transformará o perfil da região, com o aquecimento das atividades de entretenimento, cultura, lazer e serviços. Na tarde desta segunda-feira (16), o prefeito Luciano Cartaxo visitou, ao lado de arquitetos e equipe responsável, o apartamento totalmente mobiliado com a assinatura de Ximenes Dantas, elaborado para servir de inspiração e mostrar como podem ser decoradas as 17 unidades habitacionais. Nesta terça-feira (17), a partir das 9h, o prefeito estará apresentando o projeto do apartamento mobiliado à imprensa.

“Com vontade, com disposição e planejamento é possível superar desafios e fazer o que estamos fazendo no Centro Histórico de João Pessoa. Esse é um momento de muita alegria porque estamos chegando ao final de um projeto que é uma verdadeira transformação neste espaço histórico. Estamos aqui em um apartamento totalmente mobiliado do projeto Villa Sanhauá dentro de um padrão de muita qualidade para mostrar às pessoas que é possível viver bem e com qualidade de vida no Centro de nossa Capital. Vamos entregar o projeto totalmente pronto no próximo mês de maio com a certeza de que este é mais um passo dado pela nossa gestão para que esta região onde a cidade nasceu, onde ela foi fundada, está sendo revitalizado e ganhando não só investimentos, mas principalmente vida novamente”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Todo o projeto do Villa Sanhauá, vanguardista no País, foi inteiramente elaborado por técnicos da Secretaria de Habitação Social (Semhab) e está sendo desenvolvido com recursos próprios da administração municipal, orçado em R$ 4.211.934,00. Os oito casarões vão comportar 17 unidades habitacionais e seis comerciais, além de um prédio destinado a uma instalação institucional da PMJP. O projeto, que integra todo um planejamento da atual gestão para recuperar o Centro Histórico, já era esperado há mais de 14 anos pela população da Capital.

O arquiteto Ximeses Dantas, convidado pela Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) para elaborar um projeto de decoração para uma das unidades habitacionais, explicou o desenvolvimento de seu trabalho, que, assim como toda a obra, respeita toda a regulamentação do Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) e Estadual (IPHAEP). Ele recebeu, nesta tarde, o prefeito Luciano Cartaxo, e a primeira-dama, Maísa Cartaxo, para lhe apresentar a decoração elaborada.

“Fizemos um trabalho mais despojado, mais jovem, industrial, escolhendo peças que dessem continuidade ao projeto arquitetônico que foi elaborado pela prefeitura, como as luminárias. Por ser um prédio tombado, utilizamos alternativas ao revestimento, como, por exemplo, tecidos de parede e móveis soltos. Foi um desafio gostoso de fazer e o resultado ficou muito bonito. Espero que as pessoas valorizem este trabalho que está sendo realizado pela Prefeitura, e reconheçam, pois muitas vezes, a gente viaja para outras cidades ou países, para contemplar coisas antigas, históricas, enquanto temos um Centro Histórico belíssimo e que foi revitalizado pela prefeitura. Cabe à população ajudar e dar continuidade, conservando estre trabalho”, afirmou.

A secretária de Habitação,Sachenka Da Hora, agradeceu o apoio dos parceiros e destacou que é o momento de coroação de um trabalho que vem sendo desenvolvido pela gestão. “Estamos revitalizando todo o nosso Centro Histórico e aí para você fazer a revitalização, não é só reformar, remodelar, é reavivar. Então é isso que a gente propôs aqui, até mesmo para que outras pessoas da iniciativa privada vejam o quanto é importante esta área, para que possa realmente reavivar a nossa história”, disse.

Na manhã desta terça-feira, o prefeito volta ao Villa Sanhauá para apresentar à imprensa o projeto do apartamento mobiliado e demais detalhes da obra, que se soma ao novo Parque da Lagoa, Praça da Independência, Praça daPedra, Praça João Pessoa, Praça 1817, Hotel Globo, Casa da Pólvora e Galeria Augusto dos Anjos, Pavilhão do Chá, entre outras, que já foram revitalizadas pela atual gestão e transformaram o Centro Histórico da cidade.