Prefeito autoriza novo crédito e já soma R$ 22,7 mi

Crédito sem burocracia e a oportunidade de investir e desenvolver seu negócio. Foi isso o que 479 microempreendedores da Capital receberam na manhã desta segunda-feira (28), quando a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) liberou mais de R$ 2 milhões em microcrédito dentro do programa Banco Cidadão. A entrega foi feita pelo prefeito Luciano Cartaxo, no auditório do Paço Municipal, no Centro.

“A crise econômica é uma realidade na vida das pessoas e é papel do poder público encontrar alternativas para diversificar e ampliar a movimentação econômica nas cidades”, afirmou o prefeito. “O Banco Cidadão investe na ponta dessa corrente, levando crescimento para os comércios de bairro e ampliando a geração de emprego e renda”, complementou.

Manoel Francisco da Silva, de 75 anos, é um dos novos beneficiados. Formado em teologia e letras, ele pretende utilizar os recursos obtidos para montar um curso online em sua área de especialidade. “A internet traz toda essa facilidade de disponibilizar dados e informações, e atinge um público maior. Esse era um plano antigo e que agora se tornou possível”, afirmou.

Já Vandicleide Barbosa Ramos, quer investir em sua loja de produtos em MDF e confecções. “Vou comprar um novo maquinário e mais mercadoria. É a terceira vez que procuro o Banco Cidadão e sempre dá certo porque é fácil obter o crédito e é fácil pagar depois. Esse foi o fator principal para que meu negócio desse certo”, declarou.

Desde janeiro de 2013, o Banco Cidadão já disponibilizou R$ 22,7 milhões em crédito produtivo, com benefício para 5.750 micros e pequenos negócios por toda João Pessoa. Só em 2015, foram mais de R$ 7 milhões, beneficiando 1.628 empreendedores.

O secretário municipal do Trabalho, Produção e Renda, Diego Tavares, afirma que o diferencial do Banco Cidadão é desburocratização do processo e o olhar individual para cada beneficiado. “Essas pessoas recebem capacitação, orientação para melhorar seu negócio e otimizar seus gastos e ainda encontram crédito sem burocracia e com juros baixos. É um pacote eficiente para que os negócios possam crescer”, afirmou.

Como fazer – Para ter acesso, o empreendedor deve ter idade a partir de 18 anos e morar na Capital há, no mínimo, seis meses. Não é preciso estar formalizado, mas não pode ter o nome nos cadastros de proteção ao crédito.

O valor dos empréstimos é de até dez salários mínimos (R$ 7.880), a uma taxa de juros de 0,9% ao mês, com carência de até três meses. Os pagamentos podem ser quitados em até 24 meses. As inscrições estão abertas na Secretaria do Trabalho, Produção e Renda, localizada na Avenida Cardoso Vieira, 85, Varadouro. O proponente deve apresentar original e cópia de RG, CPF e comprovante de residência atual. Mais informações pelo telefone 3214-1707.