Prefeito lança 2º Festival Internacional de Música Clássica

Foi lançado oficialmente na manhã desta sexta-feira (26) o 2º Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa. O evento vai acontecer de 30 de novembro a 6 de dezembro, e contará com a participação de 20 artistas consagrados da música erudita, representando 12 nacionalidades. A relação de músicos, que conta com a presença do maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira, Isaac Karabtchevsky, foi divulgada durante coletiva na Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

De acordo com o prefeito Luciano Cartaxo, o Festival retorna devido ao grande sucesso de crítica e público da primeira edição, que conseguiu resgatar a cultura da música clássica em João Pessoa. “Tivemos a ousadia e a coragem de apostar em um evento como este, ao mesmo tempo em que criamos nossa própria orquestra sinfônica. Agora vamos consolidar esta tradição e a entrada definitiva de João Pessoa no calendário cultural da música clássica”, declarou.

Vinte músicos de 12 nacionalidades diferentes transitarão pelas centenárias igrejas do Varadouro em 22 concertos sediados nas igrejas históricas e em outros pontos turísticos da Capital. Um dos destaques do 1º Festival, que terá continuidade na nova edição, são as masterclasses, espaços que permitem a troca de experiência entre os artistas e estudantes de música. Este ano, as oficinas estarão sediadas no Espaço Cultural José Lins do Rêgo.

“A cidade recebeu o Festival de forma muito calorosa e acabou com o estigma de que a música clássica não possui espaço na nossa região”, avaliou o coordenador executivo da Funjope, Maurício Burity. “Este é um evento que agrega valor à nossa cidade e que, mais uma vez, vai colocar os maiores artistas clássicos do mundo em contato com a população e os artistas locais”, complementou.

Retorno


Um dos destaques da mostra é a presença de Isaac Karabtchevsky, maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira. A ocasião guarda um simbolismo especial, já que há 32 anos, Karabtchevsky regia o concerto de inauguração do Espaço Cultural, o mesmo complexo para onde o regente, quase octogenário, volta no concerto de desfecho da programação.

A abertura ficará por conta da Orquestra Sinfônica de João Pessoa, que vai apresentar a peça Carmina Burano, do compositor alemão Carl Orff, como contou o maestro titular, Laércio Diniz. “Esse ano o Festival chega com ainda mais força pela repercussão que conseguimos após a primeira edição, colocando o evento como uma referência no País”, declarou.

O violinista Alberto Johnson, um dos curadores da mostra, afirmou que a montagem do grupo foi facilitada nesta edição pela avaliação positiva dos artistas que participaram em 2013. “O Festival acabou ficando muito conhecido no meio artístico pela impressão positiva que os músicos levaram aos colegas. Isto aconteceu ao ponto de sermos contatados por alguns músicos demonstrando interesse em fazer parte do evento”.

O 1º Festival 


Ocorrido entre 1º e 7 de dezembro de 2013, o 1º Festival Internacional de Música Clássica, foi realizado pela Prefeitura da Capital (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Neste ano, o patrocínio se repete.

Mais de 20 instrumentistas de 12 nacionalidades diferentes emprestaram brilho e know-how erudito ao evento em 22 concertos e 10 masterclasses públicas, usando como cenário principal as centenárias igrejas da Misericórdia, São Francisco, do Carmo e São Bento.

O público também pôde conhecer de perto a recém-criada Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa, instituição privilégio de poucas capitais, que participou do inesquecível concerto inaugural, no pátio do Centro Cultural São Francisco, ao lado da pianista Anna Fedorova, e de encerramento, na Estação Cabo Branco, com Lucy Alves.

Confira a lista dos artistas que vão estar na programação do 2º Festival Internacional de Música Clássica:

Violino:

Emi ohi Resnick( (USA)

Sarah loerkens(Suiça)

Asi Matathias(Israel)

Pamela Kubik(Argentina)

Alberto Johnson(Brasil/Holanda)

Violas:

Juan Lucas Aisemberg(Itália)

Avishai Chameides(Israel)

Jairo Diniz Silva (Brasil)

Violoncellos:

Fred Pot(Holanda)

Benedict Klöckner (Alemanha)

Ana Chamorro (Brasil)

Contrabaixo:

Nicholas Schwartz(USA)

Flauta:

Carla Meijers(Holanda)

Oboé:

Jeroen Soors(Bélgica)

Fagote:

Hajime Konoye (Japão)

Trompa:

José Luis Sogorb (Espanha)



Clarineta:


Arjan Woudenberg (Holanda)

Piano:

Juliana Steinbach (Brasil/França)

Anna Fedorova (Ucrânia)

Paulo Gazanneo (Brasil)