Presidente do STF já expediu alvará de soltura de prefeito

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Tóffoli, expediu o alvará de soltura do prefeito de Uiraúna, João Bosco Fernandes. Ele está preso, desde dezembro, na penitenciária média de Mangabiera. O prefeito foi preso na Operação Pés de Barro, deflagrada pela Polícia Federal, para apurar devia de recursos federais que seriam destinados a obras hídricas.

João Bosco conseguiu pagar a fiança de R$ 523 mil na segunda-feira passada. O ministro do STF, Celso de Mello, na sexta-feira passada (3), já tinha autorizado sua liberdade após o pagamento da fiança. O prefeito deve sair até amanhã de manhã da prisão.

O prefeito de Uiraúna é acusado de integrar um esquema que desviou dinheiro que seria para obra da adutora Capivara. O deputado federal também é apontado como integrante desse esquema, mas a Câmara Federal negou autorização para a Justiça prosseguir com o processo contra o parlamentar.