Presidente do TJPB determina contenção de despesa

O Poder Judiciário estadual paraibano, ante o atual quadro de crise financeira vigente no país, vai reduzir gastos como forma de adequar o orçamento a perspectiva de queda de receita. A decisão foi anunciada pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti, durante reunião com a equipe de auxiliares, realizada na tarde desta terça-feira (02), no na Presidência do Tribunal.

A redução de diárias e a manutenção, apenas, de ações essenciais e inerentes ao funcionamento da “maquina administrativa” foram as principais determinações do chefe do Poder Judiciário.

A exemplo do Executivo e do Legislativo, que já anunciaram medidas para enfrentar as dificuldades impostas pela queda de receita, o Poder Judiciário também vai fazer a sua parte para ajudar o Estado da Paraíba superar o atual quadro de crise financeira”, garantiu o presidente Cavalcani.

O presidente Marcos Cavalcanti ressaltou que o momento é de “esforço conjunto” para manter a situação razoável de convivência com a crise. “Vale lembrar que a Paraíba é um dos poucos estados que ainda se encontram em condição confortável ante à crise; está com suas contas equilibradas e pagando os servidores em dia, dentro do mês trabalhado”, acrescentou.

Ficou determinado também, na reunião, que a Diretoria de Economia e Finanças, irá apresentar um documento (quadro demonstrativo) com sugestões de cortes em projetos e ações previstas (anteriormente) pelas Diretorias do TJPB para serem desencadeadas no exercício financeiro de 2016.

Participaram da reunião os juízes auxiliares da Presidência, Carlos Neves, Eduardo Carvalho e Ana Carla Falcão, e os diretores José Antônio (Gestão de Pessoas), Paulo Romero (Economia e Finanças), Rosa Virgínia (Administração), Robson Cananéa (Diretoria Especial), Magda Lygia (Jurídica), Alinaldo Guedes (Processo Administrativo), Leila Rosa (Judiciária), Valter Nogueira (Comunicação), Gilberto Moura (Segurança), Bruno Emannuel (Gestão Estratégica) e o gerente José Neto (Tecnologia), que representou o diretor Ney Robson.