Projeto arrecada livros infantis para Penitenciária

Aproximar reeducandas e seus filhos através da leitura. Este é o objetivo do projeto Ler para o Futuro, que está arrecadando livros infantis para as mais de 50 crianças que visitam, regularmente, aos domingos, a Penitenciária de Recuperação Feminina Júlia Maranhão, localizada em João Pessoa. A ação é uma parceria entre a Vara de Execuções de Penas Alternativas da Capital e a Penitenciária Júlia Maranhão.

De acordo com a diretora da Penitenciária, Cinthya Almeida de Araújo, a ideia surgiu como forma de amenizar o ambiente em que as crianças ficarão por algumas horas. “Além disso, pretendemos estimular a leitura como hábito rotineiro pelas crianças”, ressaltou.

A diretora Cinthya Almeida também explicou que a campanha de arrecadação foi iniciada no começo do mês de janeiro e que o número de exemplares doados até o momento ainda não foi contabilizado. “Esperamos que, com esta divulgação, o número de doações cresça para que mais crianças possam ser alcançadas pela leitura e imaginação”, afirmou.

Segundo a diretora, os livros também estarão disponíveis para empréstimo. As crianças poderão ler durante a semana o livro e, no domingo de visita, conversar com a mãe sobre a história, os personagens, entre outras questões. “É um novo olhar que estamos imprimindo na reeducação penitenciária”, destacou.

A juíza titular da Vara de Execução de Penas Alternativas, Andréa Arcoverde, acredita que o relacionamento entre mãe e filho também pode mudar com os novos hábitos. “Pretendemos estreitar a relação entre mãe e filho de uma forma saudável”.

Doações – A doação de livros pode ser feita na Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, no bairro de Mangabeira II, S/N, cep 58056-020. Para mais informações o número de contato é o 3238-6569.