Relatório de Vital sobre LDO pode ser votado

Colegiado quer aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento 2015 antes de 1º de janeiro, início do mandato de presidente da República. Objetivo é garantir um valor mais alto para o salário mínimo e recursos para programas sociais, para saúde e para educação.

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode votar hoje o relatório preliminar do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015. A reunião está marcada para as 14h30.

O relator do projeto (PLN 3/2014), senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), deu parecer pela aprovação com acolhimento de parte das emendas ­apresentadas.

Na semana passada, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator-geral do Orçamento 2015, disse que o colegiado pretende aprovar tanto a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) quanto o próprio ­Orçamento antes de 1º de janeiro, início do próximo mandato de presidente da República.

“É muito importante que a gente possa encerrar o ano aprovando o Orçamento, garantindo um valor mais alto para o salário mínimo, garantindo recursos para os programas sociais e garantindo mais recursos para o trabalho da saúde e da educação”, afirmou.

Vital do Rego (PMDB-PB), que é relator do projeto, está otimista com o avanço da matéria neta semana. “Depois do relatório preliminar que eu entreguei no tempo devido, a oposição fez serias restrições no cursos da aprovação do relatório, não no relatório em se, mas numa tentativa de obstrução de outras matérias de interesse da oposição. Nós agora esperamos que a LDO, possa ser rapidamente votada. A LDO caminha no caminho da desenvolvimento da estabilidade econômica, da baixa de inflação e garantindo as conquistas sociais”, disse Vital.