Ricardo cobra liberação de recursos do BNDES

O governador Ricardo Coutinho cobrou a liberação de recursos junto ao BNDES referentes aos financiamentos de projetos que já foram aprovados pelo banco e que estão em execução na Paraíba. Ricardo se reuniu, na tarde desta terça-feira (18), na sede do BNDES no Rio de Janeiro, com o presidente da instituição, Luciano Coutinho, com o diretor da área de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Guilherme Narciso e a equipe técnica.

Os recursos serão destinados para diversas obras dos programas BNDES Estados e Proinveste, entre elas, a pavimentação de estradas, construção de casas, urbanização do Parque do Bodocongó (Campina Grande), e a construção do Hospital Metropolitano de Santa Rita.

De acordo com levantamento apresentado pelo governador Ricardo Coutinho e pelo superintendente de Planejamento e Obras do Estado, João Azevedo, faltam ser liberados R$ 455 milhões para projetos já aprovados pelo BNDES. Alguns deles estão sem repasse desde julho deste ano.

O governador Ricardo Coutinho cobrou ainda agilidade na aprovação de projetos encaminhados pela Paraíba para análise do banco, já que há análises pendentes desde março de 2014. “Somos um dos estados com maior nível de investimentos com recursos próprios do Nordeste e de atração de investimentos privados e precisamos desses recursos federais para a conclusão de obras importantes para o povo paraibano”, apontou Ricardo.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho reconheceu a demora na liberação dos recursos e a aprovação dos projetos e assegurou que tomará providências para superar as pendências. Durante a audiência, os técnicos do BNDES reconheceram o nível de qualidade dos projetos apresentados pelo Governo da Paraíba e atestaram que todos vêm sendo aprovados.

Após a audiência, o governador Ricardo Coutinho, o secretário de Estado da Comunicação Institucional, Luís Tôrres, e o superintendente de Planejamento e Obras do Estado, João Azevedo, retornaram à Brasília onde participam, na tarde desta quarta-feira (19), de audiência com a presidenta Dilma Rousseff.