Ricardo discute parcerias com representantes do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, na tarde desta segunda-feira (5), na Granja Santana, com representantes do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) para discutir parcerias voltadas a áreas como saúde e desenvolvimento de políticas para a juventude. O UNFPA atua no país colaborando com o governo e diversas organizações da sociedade civil, na formulação e monitoramento de políticas e programas sobre população e desenvolvimento.

Estiveram presentes na audiência o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, a Oficial de Programa do UNFPA, Anna Cunha, a assessora do UNFPA em Saúde Sexual e Reprodutiva, Nair Souza, o deputado federal Wilson Filho, os secretários Bruno Roberto (Juventude, Esporte e Lazer) e Cida Ramos (Desenvolvimento Humano) e outros auxiliares do Governo.

“Interessa ao Governo do Estado firmar parcerias com o UNFPA em diversas áreas, como por exemplo na área da saúde. Eles têm uma plataforma onde poderemos adquirir medicamentos e itens farmacêuticos com um valor muito mais baixo que o aplicado no mercado, gerando, assim, uma economia para o Estado. Também pretendemos buscar medidas para a redução da mortalidade materna, com qualificação de profissionais e aquisição de equipamentos a preços mais baixos, com o intermédio do UNFPA. O Fundo ainda pode colaborar nas ações com a juventude, qualificando o jovem para a inserção no mercado de trabalho. Enfim, há muitas possibilidades que serão avaliadas”, pontuou o governador Ricardo Coutinho.

O secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Bruno Roberto, comentou que todas as parcerias que venham a oferecer mais oportunidades aos jovens são bem-vindas. “Queremos formatar algumas políticas relativas à empregabilidade dos jovens paraibanos em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas. Vamos dialogar com os representantes do UNFPA para buscar novas alternativas de geração de emprego e qualificação da juventude”, frisou.

O UNFPA é uma agência que existe há mais de 40 anos, oferecendo assistência técnica que fortalece seus parceiros, apoia a formulação de políticas e a construção de capacidades nacionais, além de assegurar que a saúde reprodutiva e os direitos das mulheres e jovens permaneçam como questões centrais para o desenvolvimento das nações.

De acordo com o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, a agência está presente em 150 países e no Brasil já atuou em diversos estados como Rio Grande do Norte, Bahia e Maranhão. “Nosso foco está na promoção da saúde da mulher, crianças, jovens e desenvolvimento de políticas para a juventude, mas também atuamos em outras demandas relativas às especificidades dos estados. Atuamos junto ao Ministério do Trabalho para reforçar a inserção do jovem no mercado de trabalho. Também temos uma plataforma online onde temos opções de mais de 400 itens farmacêuticos a baixo custo, o que pode ser muito interessante para o Estado. E outras iniciativas que visam o desenvolvimento da sociedade. Estamos à disposição do Governo do Estado para ajudarmos nas demandas existentes”, afirmou.