Ricardo diz que não recusa ninguém no palanque, desde que apoie projeto do PSB

O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista com à uma emissora de rádio, em Guarabira, no Brejo paraibano, deixou claro que não recusará o apoio de qualquer uma das lideranças que fazem oposição ao PSB, mas que quem se aliar tem que apoiar o projeto socialista de gestão. "Quem quiser tem que apoiar o projeto que nós representamos", comentou.

Na mesma entrevista, Ricardo disse que só pretende decidir se disputará uma vaga de senador no último prazo permitido pela legislação. "Em 2010, decidi ser candidato e sair da prefeitura de João Pessoa no mês de setembro, em cima. Posso usar a mesma estratégia. Talvez, eu não sei", tergiversou.

Ricardo foi questionado sobre a gestão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e sobre a possibilidade de uma reaproximação política de ambos. Ele respondeu com ironias. "João Pessoa tem um projeto bastante diferente. Eu diria até alucinante em relação ao que é feito na gestão estadual.

O governador reafirmou que, nas composições para a disputa eleitoral do ano que vem, não fecha a porta para ninguém. "Meu compromisso é com o projeto que eu represento. O eleitor vai escolher entre o retrocesso e a eficiência. O eleitor vai decidir se volta para um governo que não queria nada ou se vai avançar. Ninguém que voltar para um governo que não fazia nada se não tivesse recursos federais. Farei tudo ao meu alcance para levar as pessoas a necessidade de manter o projeto", comentou.