Ruy Carneiro diz que Dilma tem que renunciar

O presidente do PSDB na Paraíba, Ruy Carneiro, afirmou nesta quinta-feira que a presidente Dilma Rousseff não tem mais como continuar no cargo caso sejam confirmados os fatos da delação premiada do seu ex-líder do governo, senador Delcídio do Amaral. “Se a denúncia for confirmada o melhor que a presidente tem a fazer é pedir desculpas à nação e renunciar”, afirmou o tucano. Para ele, o conteúdo publicado na Revista IstoÉ sobre a delação de Delcídio é estarrecedor.

Ruy considerou gravíssimas as revelações feitas pelo senador ao Ministério Público. “Mesmo a delação ainda não estando homologada, os fatos foram narrados por quem participou das ações, então tanto a presidente Dilma quanto o ex-presidente Lula precisam dar explicações à Justiça e ao povo brasileiro, que confiou a eles o comando do País”, avaliou o tucano. Ele disse que apesar de todas as evidências que mostravam o envolvimento dos líderes petistas, a confissão de quem participou das ilegalidades não deixa de chocar a nação.

Segundo a revista, o senador Delcídio contou ao Ministério Público, entre outras irregularidades, que Dilma entrou em campo para sabotar a Operação Lava Jato e que tinha pleno conhecimento das negociações para a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, que deu um prejuízo de 792 milhões de dólares a Petrobras.

Sobre o ex-presidente Lula, uma das revelações é de que ele sabia do “propinoduto” que havia na Petrobras e que tentou obstruir as investigações da Lava Jato. Os termos da delação premiada feita por Delcídio foram enviados ao Supremo Tribunal Federal.