Samu socorre 668 mil pessoas em 10 anos 

Em dez anos de funcionamento, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu -192) Regional de João Pessoa já ajudou a salvar a vida de 668.052 pessoas. Mensalmente, o serviço recebe aproximadamente 42 mil ligações por meio do número 192, incluindo os pedidos de atendimentos, orientações e também trotes.



Com uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêuticos e condutores socorristas, o Samu Regional de João Pessoa atende a uma população de 1.825.531 habitantes dos 62 municípios da 1ª macrorregião do Estado.



O serviço funciona 24 horas por dia prestando socorro pré-hospitalar de urgência e emergência a domicílio, em vias públicas ou qualquer local que o paciente necessite. A base central do serviço está localizada no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.



Para a região metropolitana de João Pessoa, o serviço conta atualmente com um total de 338 profissionais de saúde e administrativos. Além disso, são 23 ambulâncias para prestar socorro à população, sendo 11 Unidades de Suporte Básico de Vida (USB), sete motolâncias e cinco Unidades de Suporte Avançado de Vida (USA).



De acordo com o coordenador geral do Samu, Márcio Gomes Ferreira, o serviço tem sido fundamental para diminuir o número de óbitos. “Nesses dez anos, o Samu já salvou muitas vidas e também diminuiu o tempo de internação nos hospitais, tirando o paciente do risco de morte no primeiro momento do atendimento”, afirmou.



Além do socorro no local, a equipe também orienta o atendimento por telefone para casos menos graves. “Muitos casos solicitados não precisam que uma ambulância vá até o local, então um médico de plantão orienta pelo telefone como a pessoa deve proceder”, explicou.



Trotes podem prejudicar - Segundo dados do serviço, a equipe recebe uma média de 42 mil ligações mensalmente. Dessas, 50% são referentes a atendimentos, 45% são trotes e 5% correspondem a pedidos de orientações.



O coordenador geral destacou que o número de trotes ainda é muito alto e pode prejudicar no socorro de um caso de emergência. “Ainda recebemos muitos trotes e isso atrapalha no atendimento, pois no momento em que está sendo atendida uma ligação de trote, uma chamada de caso urgente pode estar sendo perdida”, alertou.



Histórico – O Samu Regional de João Pessoa foi inaugurado no dia 02 de julho de 2004, em parceria com o Corpo de Bombeiros da Paraíba, ainda com sede provisória em anexo no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Inicialmente, o serviço atendia com cinco ambulâncias. Em março de 2006, a sede passou a funcionar no Centro Administrativo Municipal (CAM), já com oito veículos para socorrer a população.



O Samu faz parte da política nacional de urgências e emergências e ajuda a organizar o atendimento na rede pública prestando socorro à população em casos de emergência. Com o serviço, o Governo Federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce.